Notícia
            Informações             Notícias             Estágio Missionário no Santuário do Caraça
Estágio Missionário no Santuário do Caraça 31 de Julho de 2020 PBCM
Seminaristas e formadores realizam estágio missionário
A a     

Estudantes e Formadores da Congregação da Missão residentes em Belo Horizonte participaram, de 6 a 27 de julho, de um Estágio Missionário no Santuário do Caraça. Neste ano, o estágio se deu em uma obra da PBCM, devido ao isolamento social condicionado pela pandemia causada pelo novo coronavírus. Para o Seminarista Marcos Ferreira, um dos pontos altos do estágio missionário foi ver coirmãos e colaboradores felizes em fazer suas atividades com gentileza: “Uma convivência linda de se perceber. O zelo aqui toma conta de tudo. O comportamento das pessoas do lugar coloca em evidência sua intimidade com Deus traduzida na prática”.

No período do Estágio a liturgia da Igreja rezava o discurso de Jesus sobre a missão (Mt 10). De modo que a palavra e ação do Filho tornaram-se fonte da palavra e ação dos estudantes e formadores que se colocaram no seguimento do Mestre no Santuário Nossa Senhora Mãe dos Homens e Curato Nossa Senhora das Graças. O que Jesus disse e fez, os discípulos missionários do Filho Amado enviado pelo Pai, procuram dizer e fazer, na força do Espírito do Ressuscitado, especialmente, nesse período.

As atividades específicas do estágio estiveram organizadas em três frentes: estudos pessoais, relacionados a leituras de conteúdos da faculdade e da dimensão humana e estudos comunitários sobre cultura vocacional, onde, em equipes, pensou-se em um plano estratégico para a Pastoral Vocacional da PBCM.

Outro proposta vivenciada foi a Pastoral no Santuário Nossa Senhora Mãe dos Homens e no Curato Nossa Senhora das Graças. A missão litúrgico/pastoral deu-se, especialmente, de forma virtual, excetuando os momentos no Curato para as festas de São Bento e Santana e em missas diárias no Santuário.

O trabalho de manutenção do Complexo do Santuário do Caraça também foi assumido como parte do estágio missionário dos seminaristas, compreendendo a limpeza das placas de sinalização, jardins e hortas; pinturas de bancos e área do Calvário; reparação de avarias e higienização dos objetos sacros da sacristia, peças do museu e livros da biblioteca.

No ritmo do coração, o Seminarista Marcos Ferreira, descreveu a experiência: “Fui muito feliz em trabalhar no jardim. Confesso que não tinha as habilidades necessárias para aquele ofício e por isso me perguntava: Senhor, o que desejas me ensinar no jardim? Primeiro, que a humanidade é um jardim; segundo, que o ser humano é especial e requer muito cuidado, paciência e amor, e terceiro, que Ele é o Jardineiro”.

 

Compartilhe esta notícia:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
Últimas Notícias