SocialVoltar
            Atuação             Social      
Social

Em sua vocação de clara e expressa preferência pelo apostolado entre os pobres, os Missionários Vicentinos buscam assumir uma evangelização integral e encarnada, onde o serviço da palavra vai acompanhado da ação concreta de caridade e com uma atenção especial para a realidade da sociedade humana, sobretudo para as causas da pobreza e da desigualdade social. 

Ao longo de sua presença no Brasil, os Padres e Irmãos da PBCM têm desenvolvido uma constante ação social e favor dos pobres, como parte integrante do seu serviço missionário vicentino. Nas missões populares, se ocuparam na busca de solução de problemas sociais, como a reforma de cemitérios, a construção de pontes, a defesa dos trabalhadores e a constituição de grupos pastorais para o serviço aos pobres. Como capelães, dedicaram-se ao serviço espiritual e social dos enfermos, idosos e crianças carentes. Nos seminários, nos colégios e nas obras pastorais, se empenharam em despertar a sensibilidade efetiva para com os necessitados, fundaram e apoiaram grupos e associações para o atendimento aos mais necessitados, desenvolveram diversas iniciativas de serviço aos pobres, nas áreas de moradia, saúde e assistência social.

Atualmente, os Missionários Vicentinos têm como propósito um trabalho de evangelização, sempre atentos à dimensão sócio-política da fé, com iniciativas pastorais voltadas para a criação de condições de vida mais humana, justa e solidária. A partir da direção provincial e das obras da PBCM, como iniciativa própria ou em colaboração com outros grupos ou associações, diversos projetos e ações sociais têm sido desenvolvidos: bolsas de estudos para jovens carentes; cursos de introdução à informática para jovens; assistência a presidiários, em parceria com a Pastoral Carcerária; criação de ações para geração de renda, cursos de formação sobre políticas públicas, ação sócio pedagógica de capacitação e atualização de professores, construção de moradias para famílias sem teto, cursos de língua e atendimento social a migrantes, colaboração com pastorais sociais, etc. Em todas essas ações, se busca empregar a metodologia de mudança de estruturas, ou seja, a busca de uma ação evangelizadora integral, profética e transformadora e com estratégias adequadas e participativas, para superar as causas geradoras da pobreza.

Últimas Notícias